Por que Deus não impede o mal no mundo?

Pergunta: Todos os meus avós morreram nos campos de concentração nazista durante a Segunda Guerra Mundial. O senhor entende por que pessoas como eu têm dificuldade em acreditar que Deus se importa com o que acontece aqui na Terra? Por que Deus não impediu o que estava acontecendo? – H.F.

Billy Graham: Eu nunca esquecerei a visita que fiz ao campo de concentração nazista de Auschwitz anos atrás, onde mais de um milhão de pessoas (na sua maioria judeus) foi brutalmente exterminada. Aquele foi um dos poucos momentos em minha vida em que fiquei sem palavras, tamanha a opressão pelo horror que aconteceu ali. Quando me pediram que eu escrevesse algo no livro de visitantes, eu só pude pensar nestas palavras: “Nunca mais”.

Você fez uma pergunta profunda – e ninguém pode satisfatoriamente respondê-la. Nós vivemos num mundo caído e devastado pelo pecado, e o mal não é somente real, como também parece que às vezes ele está ganhando terreno. Uma razão é que, por trás dos trágicos eventos da História, Satanás está a trabalho – e tudo o que ele faz é destrutivo e corrompido.

Mas há uma outra razão por que males como Auschwitz acontecem – e a razão é o mal dentro do coração humano. Jesus disse, “Porque do coração procedem os maus pensamentos, mortes, adultérios, prostituição, furtos, falsos testemunhos e blasfêmias” (Mateus 15:19). Nunca esqueça: Deus não é responsável pelos males de nosso mundo – nós somos.

É por isso que precisamos de Deus, pois só Ele pode perdoar nosso pecado e mudar nossos corações de uma maneira duradoura. Que isso seja real em sua vida, como tem sido para milhões de outros através dos séculos, que encontraram paz infindável – paz com Deus, paz com os outros, paz em seu coração. Jesus disse, “No mundo, tereis aflições, mas tende bom ânimo, Eu venci o mundo” (João 16:33).

– Photo by Mio Cade

Olhos

O quanto você cuida dos seus olhos?

O que você vê? O que você põe diante dos seus olhos? O salmista disse, não porei coisa má diante dos meus olhos. Odeio a obra daqueles que se desviam; não se me pegará a mim. (Salmos 101:3)

O homem mau, o homem iníquo tem a boca pervertida. Acena com os olhos, fala com os pés e faz sinais com os dedos. Há no seu coração perversidade, todo o tempo maquina mal; anda semeando contendas. Por isso a sua destruição virá repentinamente; subitamente será quebrantado, sem que haja cura (Provérbios 6:12-15).

Mas nós não somos assim. Deus já nos fez nova criatura, e somos Sua propriedade exclusiva. Acaso não sabem que o corpo de vocês é santuário do Espírito Santo que habita em vocês, que lhes foi dado por Deus, e que vocês não são de si mesmos? (1 Coríntios 6:19)

O quanto o mundo quer pôr o que é mal diante do seus olhos? O mundo quer descobrir aquilo que Deus encobriu (Gênesis 3:21), expondo o que não deve ser visto. O quanto você aceita a obra dos que se desviam? Que a nossa decisão seja a mesma do salmista, “não se pegará a mim!”

“E, se o teu olho te escandalizar, arranca-o, e atira-o para longe de ti”, disse Jesus (Mateus 5:29; Mateus 18:9; Marcos 9:47). Mas o quanto estamos levando isso a sério? Assim, façam morrer tudo o que pertence à natureza terrena de vocês: imoralidade sexual, impureza, paixão, desejos maus e a ganância, que é idolatria. É por causa dessas coisas que vem a ira de Deus sobre os que vivem na desobediência, as quais vocês praticaram no passado, quando costumavam viver nelas (Colossenses 3:5-7).

Fazer morrer. Mortificar a carne.

O ouvido que ouve, e o olho que vê, o SENHOR os fez a ambos (Provérbios 20:12), mas Deus não te deu olhos para que eles fossem uma fonte de pecados. O olho do adúltero aguarda o crepúsculo, dizendo: Não me verá olho nenhum (Jó 24:15), mas Deus não nos fez filhos Seus para vivermos no pecado.

Como filhos obedientes, não se deixem amoldar pelos maus desejos de outrora, quando viviam na ignorância. Mas, assim como é santo Aquele que os chamou, sejam santos vocês também em tudo o que fizerem, pois está escrito: “Sejam santos, porque Eu sou santo” (1 Pedro 1:14-16).

A candeia do corpo é o olho. Sendo, pois, o teu olho simples, também todo o teu corpo será luminoso; mas, se for mau, também o teu corpo será tenebroso. / Se, portanto, a luz que em ti há são trevas, quão grandes serão tais trevas! (Lucas 11:34; Mateus 6:23)

Espero que todos nós fiquemos mais atentos a isso. “Se eu fosse te recomendar uma religião para lhe fazer sentir confortável certamente não lhe recomendaria o Cristianismo”, CS Lewis.

David Wilkerson

O Reverendo David Wilkerson, fundador da Igreja da Times Square em Nova Iorque e autor do famoso livro “A Cruz e o Punhal”, morreu nesta quarta-feira em um acidente de carro. Ele tinha 79 anos.

A esposa de Wilkerson, Gwen, também se envolveu no acidente em uma rodovia do Texas e permanece no hospital.

Wilkerson postou um texto datado de hoje, 27 de março, data de sua morte, em seu blog. No texto, entitulado “Quando todos os meios falham“, ele encoraja aqueles que estão enfrentando dificuldades a permanecerem firmes e continuarem fortes na fé.

Para aqueles que estão passando pelo vale da sombra da morte, ouça esta palavra: o choro pode durar algumas escuras e horríveis noites, e, naquela escuridão, você logo ouvirá o Pai sussurrando “Eu estou contigo”.

Amado, Deus nunca deixou de agir, a menos que fosse por bondade e amor. Quando todos os meios falham, o amor prevalece. Mantenha firme a sua fé. Permaneça na Sua Palavra. Não há nenhuma outra esperança neste mundo.

O primo de David Wilkerson, Rich Wilkerson, confirmou a morte do pregador pelo seu twitter.

Está confirmado – meu querido primo David Wilkerson perdeu sua vida em um trágico acidente de carro esta tarde. Precisamos de orações nesse momento.

Cristãos pedem orações pela esposa do pastor Wilkerson, que permanece em estado crítico.

Rev. Wilkerson passou parte de seu ministério alcançando membros de gangues e viciados em drogas em Nova Iorque, como se pode ler no best-seller “A Cruz e o Punhal”.

Em 1971, Wilkerson instituiu a World Challenge, Inc. como um braço de apoio para suas crusadas, conferências, evangelismos e outros ministérios. A Times Square Church foi fundada pelo grupo em 1987.

A igreja é hoje liderada pelo pastor Carter Conlon e tem mais de 8 mil membros.

Wilkerson deixou esposa, 4 filhos e 11 netos.

Seus desejos

Eu estou lendo o novo livro de Russel Moore, chamado “Temped and Tried: Temptation and the Triumph of Christ” (Tentado e Provado: Tentação e o Triunfo de Cristo, em tradução livre) e uma citação apareceu no livro – na verdade, uma pergunta -, a qual teve o brutal efeito espiritual de me acertar direto na cabeça com uma 2×4. Como você percebe claramente pelo título, esse é um livro sobre tentação, as formas que ela pode ter em sua vida, e o triunfo de Cristo sobre ela.

No segundo capítulo, Moore escreve sobre os poderes demoníacos e diz que, enquanto a tentação está acontecendo, você está sendo observado – você está sempre sendo observado. Os poderes espirituais por aí têm uma longa experiência observando humanos e são muito eficientes em personalizar um plano de tentação que perfeitamente se encaixa na forma como seus desejos operam – seus desejos particulares. Você será tentado de um modo diferente que eu; eu serei tentado de um modo diferente que minha esposa; ela será tentada de um modo diferente que Jesus foi tentado.

Então, como sabemos a maneira pela qual nós somos tentados? Aqui vai um bom jeito:

Imagine que você pudesse fazer qualquer coisa, que você pudesse fazê-la exatamente da forma que deseja e que poderia voltar no tempo, como se ela nunca tivesse acontecido – sem consequências para sua vida, seu trabalho, sua família, ou no Dia do Juízo Final. O que você escolheria fazer? Seja o que for que surja na sua mente, ele é um bom sinal de onde seus desejos estão sendo cultivados.

E vale a pena refletir sobre isso hoje (e todos os dias). O que você faria se soubesse que seria totalmente livre de consequências? Que pecado você cometeria? Pode ser para aí onde Satanás e seus demônios estão tentando te atrair – até mesmo agora.

FONTE: Your desires

Nota

CS Lewis: orgulho

O orgulho não tem prazer em ter algo, mas sim em ter mais do que outra pessoa. Nós dizemos que as pessoas são orgulhosas por serem ricas, ou inteligentes ou bonitas, mas elas não são. Elas são orgulhosas por serem mais ricas, mais inteligentes e mais bonitas do que outras. – CS Lewis